Artigo 28 de Agosto, 2023

Avaliação bancária a subir em valor e número

Valor mediano de avaliação bancária na habitação continua a subir em valor mas também em número. Conheça os detalhes!
Avaliação bancária a subir em valor e número

O Instituto Nacional de Estatística acaba de anunciar que o valor mediano de avaliação bancária na habitação subiu sete euros e fixa-se assim nos 1.525 euros/m2 em julho. Mas não só: além da subida de valor de avaliação dos imóveis, o número de avaliações bancárias realizadas também subiu face ao mês anterior: foram mais 8,1% de processos. A avaliação bancária está a subir em valor e em número, segundo o INE, mas vamos aos detalhes.

APARTAMENTOS

Em comparação com julho de 2022, o valor mediano das avaliações cresceu 7,6%, sendo que nos apartamentos foi de 1.698 euros/m2, tendo aumentado 7,8% face ao mesmo período.

Se, por um lado, o valor para os T2 desceu quatro euros, para os 1.723 euros/m2, por outro nos T3 subiu seis euros, para 1.498 euros/m2.Estas duas tipologias representaram 78,9% das avaliações de apartamentos realizadas neste período em análise.

MORADIAS

O valor mediano da avaliação bancária das moradias subiu 4,9% face a junho, até aos 1.184 euros/m2. Se olharmos apenas para as tipologias T2 e T3, o aumento foi de 9 euros em ambas. Assim, as primeiras fixaram-se nos 1.159 euros/m2 e as segundas nos 1.156 euros/m2

NÚMERO DE AVALIAÇÕES BANCÁRIAS TAMBÉM SOBE

No total e para o apuramento do valor mediano de avaliação bancária de Julho, foram consideradas 24.881 avaliações. Ou seja, 16.125 de apartamentos e 8.756 de moradias e isso representa mais 1.869 avaliações bancárias que em junho, portanto, mais 8,1%.

Frase-chave: Avaliação bancária a subir em valor e número